Dicas de fassa séptica

-FK - FOSSA SÉPTICA
(imagem ilustrativa)

As fossas sépticas são unidades de tratamento primário de esgoto doméstico as quais podem ser feitas com os anéis de concreto para a separação e transformação da matéria sólida contida no esgoto.
É uma benfeitoria complementar e necessária às moradias, são fundamentais no combate a doenças, vermisoses e endemias (como a cólera), pois evitam o lançamentos dos dejetos humanos diretamente em rios, lagos, nascente ou mesmo na superfície do solo. O seu uso é essencial para a melhoria das condições de higiene das populações rurais.
Esse tipo de fossa nada mais é que um tanque de anéis de concreto enterrado, que recebe os esgotos(dejetos e água servidas), retém a parte sólida e inicia o processo biológico de purificação da parte líquida (anel sumidouro).
Mas é preciso que esses efluentes sejam filtrados (anel filtro biodigestor anaeróbico) no solo para completar o processo biológico de purificação e eliminar o risco de contaminação.

Unidade de tratamento primário de esgoto doméstico

-FK - SISTEMA DE FOSSA SÉPTICA

Fossas sépticas não devem ficar muito perto das moradias (para evitar mau cheiro) nem muito longe (para evitar tubulações muito longas). A distância média recomendada é de 4 metros.
Elas devem ser construídas do lado do banheiro, para evitar curvas nas canalizações. Também devem ficar num nível mais baixo do terreno e longe de poços ou de qualquer outra fonte de captação de água (no mínimo 30 metros de distância), para evitar contaminações, no caso de eventual vazamento.
O tamanho da fossa séptica depende do número de pessoas da moradia. Ela é dimensionada em função de um consumo médio de 200 litros de água por pessoa, por dia. Porém sua capacidade nunca deve ser inferior a 1000 litros.
As fossas sépticas podem ser feitas de três formas:
1- Com anéis de concreto no formato cilíndrico.
2- Com aduelas de concreto no formato quadrado.
3- Feitas no local que podem ser tanto no formato cilíndrico ou quadrado em alvenaria com tijolinho comum requeimado.

Sugestões

-FK - SISTEMA DE FOSSA SÉPTICA

A execução desse tipo de fossa séptica começa pela escavação do buraco onde a fossa vai ficar enterrada no terreno. O fundo do buraco deve ser compactado, nivelado para colocação do fundo (tampa) ou pode fazer uma camada de concreto magro de 5cm de espesura. A fossa séptica circular com anel de concreto, é a que apresenta maior estabilidade, utiliza-se na entrada e na saída, Tês de PVC de 90 graus de diâmetro 100mm.

Fossa séptica

-FK - FOSSA SÉPTICA

A rede de esgoto da moradia deve passar inicialmente por uma caixa de inspeção, que serve para fazer a manutenção do sistema, facilitando o desentupimento, essa caixa deve ter 60 cm X 60 cm e profundidade de 50cm, a cerca de 2 metros de distância da casa. Caixa construída em alvenaria, ou pré-moldada, com tampa de concreto.

Sistema

-FK - FOSSA SÉPTICA

Há duas maneiras de distribuir os efluentes no solo:
- Valas de infiltração
- Sumidouros
A utilização de um ou outro vai depender do tipo de solo, dos recursos disponíveis para a sua execução. Consulte um profissional habilitado, antes de definir qual a melhor opção.


VALAS DE INFILTRAÇÃO
Recomendadas para locais onde o lençol freático é próximo à superfície. Esse sistema consiste na escavação de uma ou mais valas, nas quais são colocados anéis de dreno (Sumidouro) com brita, ou bambu, preparado para trabalhar com dreno retirando o miolo, que permite, ao longo do seu comprimento, escoar para dentro do solo os efluentes provenientes da fossa séptica. O comprimento total das valas depende do tipo de solo e quantidade de efluentes a ser tratado. Em terrenos arenosos 8 m de valas por pessoa são suficientes. Em terrenos argilosos são necessários 12m de valas por pessoa. Entretanto, para um bom funcionamento do sistema, cada linha de tubos não deve ter mais de 30m de comprimento. Portanto, dependendo do número de pessoas e do tipo de terreno, pode ser necessária mais de uma linha de tubos/valas.

Valas Sumidouro

-FK - VALAS FOSSA SÉPTICA SUMIDOURO

FILTRO ANAERÓBIO
O filtro anaeróbio consiste em um reator biológico onde o efluente recebido da fossa é depurado por meio de microorganismos anaeróbios, dispersos ao sumidouro. A execução do filtro é da mesma da fossa, porem com uma laje perfurada entre os ultimos anéis da superficie, o mesmo deve ficar em nivel mais baixo da fossa com a mesma tubulação entre a fossa e o sumidouro.

Filtro

-FK - FILTRO FOSSA SÉPTICA

SUMIDOURO
O sumidouro é um poço sem laje de fundo que permite a penetração do efluente da fossa séptica no solo. O diâmetro e a profundidade dos sumidouros dependem da quantidade de efluentes e do tipo de solo. Mas, não deve ter menos de 1m de diâmetro e mais de 3m de profundidade, para simplificar a construção. Os sumidouros com anéis de concreto.
A construção de um sumidouro começa pela escavação do buraco, a cerca de 3m da fossa séptica e num nível um pouco mais baixo, para facilitar o escoamento dos efluentes por gravidade. A profundidade do buraco deve ser 70 cm maior que a altura finas do sumidouro. Isso permite a colocação de uma camada de pedra, no fundo do sumidouro, para infiltração mais rápida no solo, e de uma camada de terra, de 20cm, sobre a tampa do sumidouro.
Os anéis de concreto devem ser apenas colocados uns sobre os outros, sem nenhum rejuntamento, para permitir o escoamento dos efluentes. A tampa do sumidouro com diâmetro maior que 2.000mm deve ser em duas partes,

Sumidouro

-FK - SUMIDOURO FOSSA SÉPTICA

Conheça nossa linha de produtos relacionados